4 jogadores do Rio Ave arguidos por suspeita de viciação de resultados

Por Rita Almeida / Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2017 / Publicado na categoria Desporto, Notícias

Ainda no Rio Ave, que jogará dia 9 de Janeiro com o Desportivo das Aves para a Taça de Portugal, foi avançado ontem pela SIC, que em relação ao jogo da época passada entre os vilacondenses e o Feirense, foi vítima de viciação de resultado. Recorde-se que o Feirense venceu esse jogo por 2-1. Os jogadores terão recebido quantias elevadas para perderem – desconfiam os inspetores da Polícia Judiciária do Porto.

Entretanto o Rio Ave, já reagiu em comunicado, a esta questão q eu está relacionada com o caso das apostas do jogo Placard. No comunicado do clube pode ler-se e passamos a citar: “Confrontados com a notícia da SIC, somos a manifestar o nosso espanto e indignação.

Como foi do conhecimento publico, o jogo Feirense x Rio Ave referente a época passada foi alvo de um número anormal de apostas, ao qual somos completamente alheios. Subsequentemente foi aberto um processo que corre os seus termos na Policia Judiciaria, no qual todos os elementos notificados pertencentes aos quadros do Rio Ave prestaram toda a colaboração solicitada há seis meses atrás.

Como em qualquer processo desta natureza e despoletado pela anormalidade das apostas, foi instaurado um inquérito, o qual corre os normais termos. Processo esse que se encontra em segredo de justiça e sobre o mesmo não temos qualquer informação. Estranha-se que o mesmo seja tratado na comunicação social quando não temos qualquer informação sobre o mesmo, nem tão pouco os visados na notícia.

Lamentamos que o simples teor de uma noticia tenha repercussões ou um tratamento desmesurado pondo em causa a integridade moral de uma Instituição e dos seus profissionais e que à simples palavra arguido lhe seja atribuída uma conotação tão pejorativa, subtraindo-lhe a presunção de inocência.

No entanto, como sempre, esta sociedade e os elementos que dela fazem parte, estão ao dispor para qualquer esclarecimento das autoridades judiciárias e uma total colaboração no desenrolar do mesmo processo.
Porque o Rio Ave FC sempre se regeu pelos melhores princípios de nobreza e honestidade jamais poderá ser posta em causa.

Manteremos a total confiança nos intervenientes bem como o desejo de ver esta situação resolvida, indo até às últimas consequências para que a verdade seja totalmente apurada lembrando e reforçando o que à data do acontecimento (jogo com o Feirense) foi comunicado: “O Rio Ave FC orgulha-se de ter nos seus quadros atletas e profissionais íntegros e competentes, acima de qualquer suspeita, que diariamente são, como é do reconhecimento público, excelentes agentes promotores do desporto e do futebol em Portugal, bem como exemplos de cidadania.
O Rio Ave FC demarca-se deste e qualquer assunto que desvirtue ou ponha em causa a verdade desportiva.”

O Sindicato dos Jogadores já reagiu à investigação da SIC, que denunciou alegadas manipulações de resultados. Em comunicado, o organismo apela para que a investigação seja célere e pede às autoridades competentes que não cedam a especulações mediáticas.
“O Sindicato dos Jogadores acompanha o apelo para que este caso, atento o impacto negativo que representa para os jogadores e para a instituição desportiva que representam, bem como para o futebol português, seja investigado e tratado com celeridade pelas autoridades competentes”.

O sindicato manifesta também “o seu apoio” aos “jogadores alegadamente constituídos arguidos no seguimento desta investigação, aos seus companheiros de equipa e à instituição Rio Ave FC”. A organização sindical acrescenta que o incumprimento salarial é um dos fatores que podem potenciar a viciação de resultados, mas que no caso do Rio Ave o pagamento é feito de uma forma que classifica como exemplar.

Em reação à notícia divulgada pela SIC, a Liga Portuguesa de Futebol diz que jamais irá imiscuir-se naquilo que diz respeito aos órgãos de Polícia Criminal e aos órgãos de disciplina desportiva e manifesta total confiança nas Instituições e nas Sociedades Desportivas, nomeadamente no Rio Ave FC, consciente que a integridade é um dos valores fundamentais para as competições profissionais.

No mesmo comunicado, a Liga lembra que o processo judicial está em segredo de justiça e que pediu para ser assistente no processo, razão pela qual irá continuar a aguardar tranquilamente o desenrolar do mesmo.

Partilhe
TOP