Partidos vão avaliar Lei do Financiamento

Por Rita Almeida / Quinta-feira, 04 de Janeiro de 2018 / Publicado na categoria Nacional, Notícias

Depois do veto presidencial, os partidos mostram-se agora disponíveis para reavaliar a lei. Mas o processo legislativo não deve ser rápido e só deverá acontecer após as eleições internas no PSD.

Aliás, o porta voz dos social democratas refere mesmo que o partido está disponível para rever a lei.

“O PSD entende que não há pressa absolutamente nenhuma em tomar nenhuma decisão em cima daquilo que é o veto do Senhor Presidente da República. De resto o PSD está no processo de eleição de uma nova liderança, que acontecerá já na próxima semana”.

Já Carlos César do PS afirmou “correspondendo a este apelo desta mensagem do Presidente da República, esta discussão e estão fundamentação seja exposta de forma mais transparente de forma a que os portugueses na sua generalidade compreenda a discussão e aquilo que está em causa”.

O PCP não concorda com o veto presidencial como revela José Capucho.

“A sua decisão de veto sem fundamento no seu conteúdo que não é alterável pelas mentiras e pelas manipulações sobre elas foram produzidas, merece a discordância e criticado PCP”.

Também, os Verdes pela voz de José Luís Ferreira estão a favor da nova lei.

“Nós respeitamos a decisão do Senhor Presidente da República e admitimos até que possa haver uma nova discussão no plenário da Assembleia da República consideramos que há condições de confirmar as alterações que foram aprovadas em dezembro passado”.

Assunção Cristas, líder do CDS, partido que votou contra a nova lei de financiamento dos partidos afirmou “Apelei ao Senhor Presidente da República para que vetasse esta lei que no nosso entender vai no sentido errado”.

André Silva, deputado do PAN, que, também, votou contra apontou “Vem no fundo dar repsosta aquilo que tem sido as opiniões do PAN e os motivos pelos quais nos votamos contra”

Veto presidencial a lei do financiamento dos partidos vai levar a nova discussão da lei no parlamento.

Partilhe
TOP