Porto é a cidade mais calorosa do mundo e onde mais se gosta de viver, diz a Time Out

Por Rita Almeida / Quinta-feira, 01 de Fevereiro de 2018 / Publicado na categoria Curiosidades, Notícias

O Porto é “o melhor lugar no mundo para se fazer amigos, se apaixonar e manter a ligação à família”. Com esta descrição a indicar uma geografia de afetos, a Time Out internacional coloca o Porto em segundo lugar no seu City Life Index 2018. À frente, só Chicago. O ranking traduz a experiência de habitantes locais e leva a outra excelente conclusão: a cidade portuguesa, “orgulhosa de si própria”, mudou e para melhor.

Em ano de estreia neste índice, o Porto é “a cidade mais calorosa e onde mais se gosta de habitar”. Esta é a opinião da larga maioria (95%) dos 15.000 residentes de 32 cidades de todo o mundo onde a Time Out está presente que responderam a um questionário efetuado entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018.

A consulta, que permitiu avaliar o que de positivo ou negativo se encontra nestas cidades – nos itens comida e bebida, cultura, relacionamentos, comunidade, saídas, vizinhança, felicidade, acessibilidade de preços e sociabilidade -, leva a concluir que o Porto é a melhor cidade do mundo para se criar se fazer amigos (81% dos inquiridos) e para se apaixonar (46%). “Em nenhum outro local sondado se detetou tanto orgulho de ali viver, se sente tanta liberdade em cada um poder ser como é (95% sempre ou habitualmente) e em manter-se em contacto com a família” – escreve a Time Out.

Com estes índices de satisfação, exposto num ranking de melhores cidades do mundo para viver, o Porto fica à frente de grandes metrópoles como Nova Iorque, Londres ou Madrid. Em oitavo lugar surge Lisboa.

Ainda de acordo com a Time Out, entre as dez cidades europeias que participaram no questionário o Porto “é, de longe, aquela cujos habitantes consideram ter sofrido mais e melhores mudanças. De tal forma que poucos são os que se imaginam a viver noutra urbe a curto e médio prazo”.

À pergunta “Para alguém como você, quanto mudou a sua cidade desde que lá vive?”, 49% dos portuenses respondeu que “mudou muito, para melhor”. Estes números, indica a edição local da revista, “batem todas as outras urbes sondadas neste continente: Paris, Berlim, Lisboa, Madrid, Barcelona, Zurique, Londres, Edimburgo e Manchester”.

Comparando com a realidade das outras cidades, a elevada mobilidade é outro aspeto positivo experienciado no Porto – é “onde os habitantes demoram menos tempo a chegar ao trabalho”. Como nota menos boa surge a média salarial.

Como conclui a Time Out, este ranking mostra “uma Invicta feliz e orgulhosa de si própria”.

Partilhe
TOP