Trabalhadoras da Ricon com luz ao fundo do túnel

Por Rita Almeida / Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2018 / Publicado na categoria Notícias, Regional

É a primeira luz ao fundo do túnel para os trabalhadores da Ricon.

A autarquia de Famalicão anunciou que tem uma bolsa de 350 empregos imediatos para os funcionários da empresa têxtil que entrou em insolvência.

O presidente do município, Paulo Cunha, fala em várias opções, como por exemplo, o de uma empresa de componentes têxteis para a indústria automóvel que pretende contratar cerca de uma centena de costureiras.

“São cerca de duas dezenas de empresas, são cerca de 350 postos de trabalho que até este momento estão disponíveis. A nossa expetativa é que este número possa subir. A cada dia que passa chegamos ao contacto com novas empresas”.

A líder do Bloco de Esquerda vai apresentar um projeto de resolução no parlamento para que o Governo acione planos de recuperação em casos deste género.

“Há no mínimo razões para investigar. Nós não sabemos que a insolvência é fraudulenta ou não, mas que parece parece. Não se compreende se não for investigada. Questões como esta têm de ser investigadas.”

O grupo Ricon empregava cerca de 800 pessoas.

 

Partilhe
TOP