PSP admite que adeptos do Sporting podem ir sem caixa de segurança para o Dragão

Por Tiago / Quinta-feira, 01 de Março de 2018 / Publicado na categoria Desporto

 

Os adeptos do Sporting poderão ser conduzidos ao estádio do F. C. Porto, para o clássico da I Liga de futebol, na sexta-feira, em autocarros, em vez de inseridos numa “caixa de segurança”, em caso de chuva, admitiu a PSP, esta quinta-feira.

De acordo com o intendente da Polícia de Segurança Pública (PSP) João Caetano, esta possibilidade “será vista no momento” e “após verificadas as condições de segurança para tal acontecer”.

F. C. Porto, líder da I Liga com 64 pontos, recebe o Sporting, terceiro com os mesmos 59 pontos do Benfica, no Estádio do Dragão, no Porto, na sexta-feira, a partir das 20.30 horas, em jogo da 25.ª jornada do campeonato.

“A nossa missão primordial será sempre a garantia da segurança, ordem e tranquilidade públicas com vista à proteção da integridade física dos cidadãos, dos seus bens e das instalações desportivas”, defendeu o intendente João Caetano, em conferência de imprensa.

O clássico terá uma assistência estimada de mais de 47 mil espectadores, 2500 dos quais afetos aos ‘leões’, e merecerá a atenção de “várias centenas de policias”, com a missão orientada para o “acompanhamento dos cidadão ao estádio”.

“Os comportamentos violentos e socialmente reprováveis serão veementemente respondidos com uma ação policial mais firme, tendo em vista a garantia da segurança de todos os participantes”, explicou o responsável.

Ainda de acordo com o intendente João Caetano, a PSP “procurará que se crie um clima de bem-estar de todos os cidadãos que vão ao evento, sem qualquer utilização de força que não seja adequada aos níveis de ameaça que possam surgir”.

“Solicitamos que os adeptos cheguem com tempo ao estádio, que abrirá as suas portas às 18.30 horas, para permitir atempadamente a habitual revista obrigatória e que não transportem objetos proibidos”, aconselhou o intendente João Caetano.

Na operação montada para o clássico, a PSP do Porto utilizará equipas de modelo integrado de policiamento de proximidade, de carro de patrulha, policiamento apeado, intervenção rápida, investigação criminal, trânsito e, em última instância, recorrerá ao corpo de intervenção.

“Normalmente os adeptos são mais fervorosos nestes jogos, compreendemos esses comportamentos mais eufóricos, mas apelamos a que todos sejam cívicos e que cumpram com as indicações policiais e não cometam qualquer ilegalidade ou ato mais insensato”, defendeu o intendente João Caetano.

O clássico obrigará ao condicionamento do trânsito à volta do estádio, bem como na rua do Bonfim, praça das Flores, avenida 25 de abril, rua da Fábrica ‘A Invencível’, alameda das Antas, rotunda de Bonjóia, rotunda do Dragão e túnel de acesso ao estádio.

Questionado sobre as medidas tomadas para a prevenção de “casuals”, elementos afetos a equipas sem identificação de cores, normalmente de escuro, o intendente João Caetano referiu que a preocupação da PSP “é estendida a todos os adeptos”.

“A nossa preocupação é para com todos os adeptos que se apresentarem junto ao estádio, seja com as cores identificativas do clube ou sem cores. Todos merecem a nossa preocupação. Claro que sem cores é mais difícil para nós, no sentido de evitar confrontos na via pública”, sustentou o agente.

Partilhe
TOP