GNR alerta para o fato de parques estacionamento já lotados em Fátima

Por Tiago / Sábado, 12 de Maio de 2018 / Publicado na categoria Nacional

Os parques de estacionamento para viaturas ligeiras a norte do Santuário de Fátima estão lotados a sete horas do início da peregrinação de maio, divulgou hoje a GNR, pedindo atenção aos automobilistas para os muitos peregrinos a pé.

Aos jornalistas, o comandante do Destacamento de Tomar da GNR, Carlos Canatário, explicou que os parques a norte do santuário, nas traseiras da Basílica de Nossa Senhora do Rosário, “estão totalmente lotados”, pelo que é impossível viaturas ligeiras estacionarem nessa área.

Nesta zona, apenas há espaço para autocarros, nos parques 2 e 7, precisou Carlos Canatário, pedindo a todos os que se dirigem a Fátima em viatura própria que estacionem nos parques a sul, de terra batida, na área envolvente ao Centro Pastoral Paulo VI.

O responsável da GNR adiantou que “existem já interdições de algumas vias”, apelando aos automobilistas para respeitarem a sinalização temporária.

“Neste momento ainda temos muitos peregrinos a pé a dirigirem-se para Fátima, nomeadamente da zona sul, vindos da estrada de Minde e de Torres Novas, pelo que aconselhamos os condutores a tomarem precauções redobradas, diminuírem a sua velocidade e terem em conta que ainda existem grandes grupos” a caminho do santuário, afirmou Carlos Canatário.
Segundo o comandante do Destacamento de Tomar, a GNR está “a verificar aquilo que não é habitual”.

“No dia 12 de manhã já existe muito movimento em torno do Santuário de Fátima e continuamos a verificar nos principais eixos de aproximação ainda muita gente a chegar. Estamos a antever que, efetivamente, esteja muita gente em Fátima hoje e amanhã [domingo] “, acrescentou.

Carlos Canatário esclareceu que até ao momento a GNR não tem registo de incidentes ou acidentes.

A GNR vai ter 200 militares em cada um dos dias da peregrinação internacional de 12 e 13 de maio ao Santuário de Fátima.
O dispositivo inclui diversas valências, desde patrulhas auto, moto, a cavalo, de bicicleta, mas também o “‘Tourist Support Patrol'” e militares ligados ao trânsito, investigação criminal, manutenção de ordem pública, inativação de explosivos e operações especiais.

Já a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) acionou na sexta-feira a Operação “Fátima 2018”, que termina no domingo.

Segundo um comunicado da ANPC, nesta operação participam cerca de 850 operacionais, de várias corporações de bombeiros dos distritos de Santarém e Leiria, do Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém, da Força Especial Bombeiros, INEM, Cruz Vermelha Portuguesa, GNR e Corpo Nacional de Escutas, “além de outras entidades civis e religiosas, nomeadamente a Associação de Servitas de Nossa Senhora de Fátima e o Agrupamento do Centro de Saúde do Médio Tejo”.

A peregrinação internacional aniversária de maio ao Santuário de Fátima, no distrito de Santarém, é presidida pelo cardeal John Tong, bispo emérito de Hong Kong, e tem como tema “Tempo de graça e misericórdia: dar graças pelo dom de Fátima”.

As cerimónias, 101 anos depois dos acontecimentos na Cova da Iria, começam às 18:30, na Capelinha, e três horas mais tarde é recitado o terço, seguido da procissão das velas e missa.

A peregrinação, um ano após a visita do papa Francisco e a canonização de Francisco e Jacinta Marto, termina no domingo com missa, bênção dos doentes e procissão do adeus, a partir das 10:00.

Partilhe
TOP