Empresário baleado na cara e queimado em Loulé

Por Tiago / Quarta-feira, 13 de Junho de 2018 / Publicado na categoria Nacional, Notícias

Polícia Judiciária investiga motivos passionais ou ajuste de contas.

Manuel Almeida, de 67 anos, fechou a churrasqueira O Manel, do qual é proprietário, em Loulé, ao início da madrugada de terça-feira e não foi para casa. Quando voltou a ser visto eram 09h30 e estava num local ermo, perto do centro de inspeções local, com queimaduras de 2º grau em várias partes do corpo. Tinha sido baleado na cara e estava deitado ao pé do seu BMW que estava a arder. A PJ procura perceber o que se passou nesse espaço de tempo. Em cima da mesa está a possibilidade de ter sido um ajuste de contas por dívidas ou motivos passionais. Quando a GNR e os Bombeiros de Loulé chegaram ao local, o veículo ainda estava arder e a vítima respirava. Foi chamado o INEM que o conseguiu estabilizar e levou-o de helicóptero, para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde ficou internado. A PJ esteve no local durante cerca de duas horas. PORMENORES Arma estava no carro Durante as perícias da PJ no local foi encontrada uma arma dentro do veículo, que ficou completamente destruído. Suspeita-se que terá sido esta a pistola da qual foi feito o disparo para a cara da vítima. Vandalismo A churrasqueira O Manel já foi vandalizada por várias vezes e o CM chegou a reportar uma destas situações, que ocorreu em outubro de 2015. Na altura, tinham partido vidros da porta principal de entrada no restaurante, mas não chegaram a cometer furtos.

Partilhe
TOP