Sindicatos não aceitam decisão do Governo

Por Rita Almeida / Quinta-feira, 14 de Junho de 2018 / Publicado na categoria Nacional, Notícias

Os Sindicatos dos professores admitem recorrer à justiça para contestar a decisão do Governo e do Ministério da Educação, apresentando queixa contra a diretora-geral dos Estabelecimentos Escolares.

Depois da reve dos professores que ameaça o final do ano letivo, o Ministério da Educação decidiu aplicar uma norma que obriga a atribuição de notas aos alunos à terceira reunião mesmo sem a presença de todos os professores, deixando de ser válida a presença de todos os docentes como anteriormente.

Desta forma, esta medida não agradou aos Sindicatos de professores. Mários Nogueira, secretário-geral da FENPROF, alega que o Ministério de Tiago Brandão Rodrigues faz da lei um “delírio e uma fantasia”.

“Vamos avançar com queixas, junto da Provedoria da Justiça, da Inspeção-Geral da Educação e Ciência e do Ministério Público”, enumerou o dirigente da Federação Nacional dos Professores.

A greve às avaliações chega ao fim amanhã, mas já está agendado para segunda-feira uma nova paralisação convocada por ouras estruturas.

Partilhe
TOP