Casal alemão condenado a pena de prisão por violação e venda online do filho

Por Tiago / Terça-feira, 07 de Agosto de 2018 / Publicado na categoria Internacional, Mundo, Nacional, Notícias

O tribunal de Freiburg, na Alemanha, condenou, esta terça-feira, um casal alemão a mais de 12 anos de prisão por abuso e prostituição do filho, através da internet, entre 2015 e 2017.

Segundo a agência de notícia alemã, DPA, o tribunal de Freiburg sentenciou a mulher a 12 anos e meio de prisão e o seu parceiro a 12 anos.

A mulher, de 48 anos, e o parceiro, de 39 anos, foram acusados de abusar e violar repetidamente o rapaz, agora com 10 anos, e de o vender online a outros homens entre maio de 2015 e agosto de 2017.

De acordo com a agência espanhola, EFE, o casal alemão admitiu ter vendido a criança na internet a outros homens por abuso sexual, incluindo um espanhol de 33 anos, que foi condenado, na segunda-feira, a dez anos de prisão e a pagar uma indemnização de 18 mil euros à criança por danos físicos e morais.

O espanhol, acusado de “violação e abuso sexual grave”, confessou ter violado “repetidamente” a criança entre setembro de 2016 e agosto de 2017 e ter pagado por isso.

Segundo a EFE, outras quatro pessoas, incluindo um cidadão suíço e um soldado do exército alemão, foram condenadas entre oito a dez anos de prisão e ao pagamento de uma indemnização de 12.500 a 14 mil euros.

Os abusos cometidos contra o menor foram filmados e posteriormente trocados em fóruns na internet.

Partilhe
TOP