Despedidas de fábrica e com os pertences à porta num caixote

Por Tiago / Terça-feira, 07 de Agosto de 2018 / Publicado na categoria Regional

Cerca de 30 trabalhadores receberam ontem a carta de despedimento e tiveram de recolher os pertences pessoais deixados em caixotes, por um outro funcionário, à porta da fábrica de confecções Sandrei – Celeste e Jordão, Lda., na Zona Industrial do Socorro, em Fafe.

À chegada à fábrica, após mais um fim de semana, os trabalhadores constataram o que já desconfiavam há algum tempo. “Já contávamos com esta surpresa… Tínhamos dois meses de salários em atraso, mas havia muito trabalho. Vamos embora com falta de dinheiro, mas não de trabalho”, disse Ana Maria Barros, que há quase 28 anos trabalhava para a empresa e que, agora, se vê mergulhada numa situação de desemprego.

Partilhe
TOP