Lula da Silva favorito nas presidenciais

Por Tiago / Quinta-feira, 23 de Agosto de 2018 / Publicado na categoria Internacional, Notícias

O antigo presidente Lula da Silva venceria as presidenciais do Brasil com 39% dos votos se as eleições fossem hoje, relev uma sondagem do instituto de pesquisa Datafolha encomendada pelo jornal Folha de São Paulo e pela TV Globo.

O instituto de pesquisa Datafolha traçou dois cenários para a primeira pesquisa realizada após os registos das 13 candidaturas à Presidência do Brasil. O primeiro cenário inclui Lula da Silva, admitindo que a candidatura do ex-chefe de Estado pode ser validada pelo tribunal em meados de setembro. No segundo cenário, o PT é representado por Fernando Haddad.

Nesta simulação, e apesar de detido desde abril, o antigo presidente tem clara vantagem em relação aos outros nomes. Lula da Silva reuniu 39 por cento das intenções de voto, enquanto em junho arrecadava 30 por cento.

O candidato da extrema-direita Jair Bolsonaro vem em segundo lugar, com 19 por cento das intenções de voto. A curta distância, seguem-se a antiga senadora e ex-ministra do Ambiente Marina Silva, que não iria além dos oito por cento, Geraldo Alckmin (com seis por cento) e Ciro Gomes (com cinco por cento).

Ainda de acordo com esta sondagem, há mais oito candidatos que não vão além dos três por cento nas intenções de voto: Alvaro Dias, João Amoêdo, Henrique Meirelles, Guilherme Boulos, Cabo Daciolo, Vera, Eymael e João Goulart Filho.

Com Lula na corrida ao Palácio do Planalto o número de votos em branco e nulos é de 11 por cento, e três por cento dos eleitores estão indecisos. O Datafolha inquiriu 8.433 pessoas em 313 municípios brasileiros, entre 20 e 21 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O nível de confiança da amostra é de 95 por cento.

A primeira volta das eleições é disputada a 7 de outubro e a segunda volta no dia 28 do mesmo mês. Caso a candidatura seja validada, a sondagem da Datafolha atribui a vitória a Lula da Silva na segunda volta com 52 por cento dos votos.

Partilhe
TOP