“A adaptação foi difícil, mas ganhei novos amigos”

Por Tiago / Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018 / Publicado na categoria Nacional

Dos 15 premiados da iniciativa “Regresso às Aulas”, uma parceria do Jornal de Notícias, Staples e Opticalia, Luís Angel Fálcon foi o que teve o ano letivo mais complicado de todos.

Filho de pai português emigrado na Venezuela, veio com a família para Portugal há cerca de um ano. Uma mudança radical, não só cultural, mas também linguística.

“A adaptação foi difícil nos primeiros meses, mas com o tempo consegui adaptar-me, ganhei novos amigos e fiz amizade com os professores”, explica o jovem, reconhecendo que o curso de Português intensivo o ajudou muito a compreender e falar a nova língua.

A prova disso são os excelentes resultados obtidos, não só por ele, mas também pela irmã, Chantal, de 13 anos. “Estudo sempre muito quando há algum teste, mas estou calmo, pois nas aulas presto atenção ao que os professores dizem”, acrescenta Luís Angel, que desde pequeno sonha ser engenheiro.

“Eles conseguiram ultrapassar todas as adversidades e puderam manter as boas notas, porque sempre foram bons estudantes. Isso fez-nos sentir muito orgulhosos e vemos este prémio como um reconhecimento do país a que acabamos de chegar, originário dos seus avós e de futuro para eles e que lhes está a dar as boas-vindas”, salienta a mãe, Norka Gonçalves, anotando que o prémio será para material escolar e “um brinquedo para o Luís, pois ficou tudo na Venezuela”.

Perfil
Nome: Luís Angel Gonçalves Fálcon
Idade: 11 anos
Localidade: Senhora da Hora/Matosinhos
Ano a frequentar: 6.º
Aproveitamento: Nota “5” a tudo, exceto a Oferta Complementar
Quando for grande quero ser: Engenheiro

Partilhe
TOP