PS/ Santo Tirso exige desbloqueio das verbas para o Hospital

Por Tiago / Terça-feira, 02 de Outubro de 2018 / Publicado na categoria Notícias, Regional

O Partido Socialista de Santo Tirso exige o desbloqueamento das verbas para o hospital.

Em causa estão os quatro milhões de euros de investimento que continuam cativos na secretaria de Estado do Tesouro, apesar de já terem sido autorizados pelo Ministério da Saúde.

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, afirma que é “inaceitável” que o Ministério das Finanças “continue sem desbloquear as verbas” e assumiu que o PS/ Santo Tirso “estará ao lado da população, em qualquer protesto ou ação que venha a tomar, em defesa do Serviço Nacional de Saúde”.

Joaquim Couto vai mais longe e deixa um apelo ao primeiro-ministro: “colocar, o mais rapidamente possível, um ponto final na injustiça que está a ser cometida para com a população de Santo Tirso”.

Também Manuel Pizarro, presidente da Federação Distrital do PS/ Porto, se mostrou “preocupado” com a atual situação que se vive no Hospital de Santo Tirso, considerando que “é hora de exigir que o Governo concretize os investimentos necessários”.

Estes quatro milhões de euros contemplam a construção de um novo edifício para internamento de medicina interna, internamento de saúde mental, hospital de dia de oncologia e uma unidade de medicina física e de reabilitação.

Este projeto já foi anunciado em 2011, por Manuel Pizarro, na altura em que assumia as funções de secretário de Estado da Saúde.

Nesta conferência de imprensa marcou presença o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, o presidente da Federação Distrital do PS/ Porto, Manuel Pizarro, e os deputados à Assembleia da República eleitos pelo distrito do Porto, João Torres, Tiago Barbosa e Hugo Carvalho.

Partilhe
TOP