21 milhões de euros na requalificação de empreendimentos sociais na Maia

Por Tiago / Segunda-feira, 29 de Outubro de 2018 / Publicado na categoria Notícias, Regional

A Câmara da Maia vai investir 21 milhões de euros na reabilitação de empreendimentos habitacionais sociais localizados no centro da cidade, uma intervenção que beneficiará cerca de 500 famílias.

Em causa estão os bairros do Sobreiro, Maia I e Maia II e a requalificação urbanística de um quarteirão que fica no ‘coração’ da cidade da Maia.

“A nossa primeira preocupação é apostar na melhoria do conforto e na habitabilidade das casas. Entre 2018 e 2020 todas vão ser intervencionadas com novos revestimentos, novas coberturas, caixilharias de vidro duplo, tudo que hoje é imprescindível para viver em conforto”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Maia, António Silva Tiago.

Este investimento é comparticipado no âmbito do Portugal 2020 e através de planos como o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano ou ligados à aposta na eficiência energética.

No que se refere à requalificação do espaço público, em causa está o arranjo de ruas, passeios e a construção de um novo arruamento que vai ligar a rua Central do Sobreiro à rua Altino Coelho.

“Vamos requalificar urbanisticamente todo o quarteirão, colocando novos jardins, novos arruamentos, mobiliário urbano e iluminação moderna, porque entendo que a vivência do espaço público é igualmente uma parcela importante da qualidade de vida”, descreveu António Silva Tiago.

O autarca destacou como novidade a nova Praça do Oxigénio que consiste num novo Centro Comunitário, edifício que António Silva Tiago acredita que será “cheio de caráter” e constituirá “uma nova referência da arquitetura da cidade”, sendo “um espaço de cidadania moderno, funcional e modular”.

Questionada sobre prazos para a concretização destes projetos, a autarquia da Maia apontou que alguns dos aspetos da empreitada global estão em curso desde o início do mês e que o prazo de concretização total é 2020.

Partilhe
TOP