Comissão de 220 mil euros leva à demissão dos órgãos sociais do Leixões

Por Tiago / Quarta-feira, 31 de Outubro de 2018 / Publicado na categoria Desporto, Notícias

Os órgãos sociais do Leixões demitiram-se na terça-feira, após a apresentação de documentos que davam conta da intenção da direção do clube de Matosinhos em pagar 220 mil euros ao presidente da Assembleia Geral (AG), Manuel Dias.

A demissão surgiu durante a AG extraordinária convocada para expor as contas do clube, depois de a mesma ter sido impugnada a 20 de outubro, por não terem sido cumpridos os prazos para a sua apresentação.

Fonte do clube da II Liga explicou, à agência Lusa, que no decorrer da AG «foram apresentados documentos que acusam o presidente da Assembleia Geral de ir receber uma comissão das verbas das bombas da da Repsol», exploradas pelo clube de Matosinhos.

A mesma fonte refere tratar-se «de um contrato em que, supostamente, o Leixões cederia 220 mil euros em favor de Manuel Dias».

A revelação levou direção, AG e conselho fiscal a apresentarem a demissão.

Partilhe
TOP