A Rádio do Povo

Rádio Voz Santo Tirso 107.4FM

Incêndio florestal em Vilarinho

Quarta-feira, 03 de Outubro de 2018 por

Um incêndio em Paradela, Vilarinho, ao início da tarde de ontem, alastrou-se até ao Monte da Garrafinha, no município de Vizela. O incêndio florestal foi combatido por 140 homens e 40 viaturas dos Bombeiros de Vila das Aves, S. Pedro da Cova, Avintes, Valadares, Carvalhos, Valongo, Portuenses e Aguda, aos quais se juntaram dois meios

Oferta de chips no Canil/ Gatil de Santo Tirso amanhã

Quarta-feira, 03 de Outubro de 2018 por

Oferta de chips a todos os animais adotados no Canil/ Gatil Municipal é a forma de a Câmara Municipal de Santo Tirso assinalar, na próxima quinta-feira, o Dia Mundial do Animal. E por isso, o horário é alargado, entre as 14h00 e as 19h00. Segundo o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto,

O Partido Socialista de Santo Tirso exige o desbloqueamento das verbas para o hospital. Em causa estão os quatro milhões de euros de investimento que continuam cativos na secretaria de Estado do Tesouro, apesar de já terem sido autorizados pelo Ministério da Saúde. O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, afirma que

Aves vence 3-0 Portimonense

Terça-feira, 02 de Outubro de 2018 por

O Desportivo das Aves recebeu e venceu o Portimonense por 3-0. Um hatrick de Vítor Gomes pintou a primeira vitória da equipa de Vila das Aves para a Liga NOS. José Mota, técnico avense, elogiou a capacidade de resposta da sua equipa. “Tivemos uma semana muito boa, com uma aplicação extraordinária por parte de todos os

Mais de 7 mil pessoas com carta caducada

Terça-feira, 02 de Outubro de 2018 por

Mais de 7 mil pessoas com a carta de condução caducada. Muitos dos condutores não saberão que a lei obriga a revalidar o título periodicamente, explica o Jornal de Notícias. Nestes casos as coimas vão de 120 a 600 euros, no mínimo, caso não tenham passado cinco anos. Desde o início do ano, a PSP e

Obstetrícia do São João com legionella

Terça-feira, 02 de Outubro de 2018 por

Foi detetada a presença da bactéria de legionella em alguns pontos de água no serviço de obstetrícia do Hospital de São João, no Porto. Contudo, não existem casos de doença em utentes ou profissionais afirma, em comunicado, o Centro Hospitalar. “Não existe, nem existiu, qualquer caso de doença em utentes ou profissionais e a atividade

TOP